Manual da Gestação

A Gravidez Mês a Mês
     O Primeiro Mês
     O Segundo Mês
     O Terceiro Mês
     O Quarto Mês
     O Quinto Mês
     O Sexto Mês
     O Sétimo Mês
     O Oitavo Mês
     O Nono Mês

Calendário Obstétrico

A Dieta na Gravidez

O Parto e a Recuperação

A Hora da Amamentação

O Aspecto Psicológico

Sexualidade na Gravidez

 



Entendendo a importância da sexualidade 
durante a gravidez, o casal pode enfrentar cada vez
mais unido e fortalecido, as mudanças que ocorrerão 
a partir de agora no próprio núcleo familiar.


A gravidez para o casal é um período de adaptações físicas, emocionais e também sexuais. É importante ressaltar que não só a mulher passa por mudanças nesta fase, mas o homem também .

O crescimento abdominal, a sensibilidade mamária, náuseas, vômitos e a maior lubrificação entre outros, são alterações orgânicas que as mulheres sofrem durante a gestação e que podem influir na vida sexual do casal por gerarem desconforto.

Os homens não tem alterações orgânicas, mas como as mulheres, podem ser afetados por questões emocionais como ansiedade em relação ao parto, a criação do filho e a responsabilidade de ser pai. A mulher pode não se sentir atraente, feminina, diminuindo com isto sua auto-estima. Pode ser conflitante estar num momento divino e ao mesmo tempo não estar gostando de si. Torna-se necessário que homem e mulher estejam atentos a seus sentimentos e procurem orientação para melhor entendimento destes.

Pai e mãe devem acompanhar juntos todos os momentos, sendo um apoio e a segurança do outro, garantindo a aproximação e a continuação da sexualidade.

Novas posições, novos toques, novas sensações podem ser descobertas e apreciadas pelo casal em busca de intimidade.

Além disso, uma gravidez indesejável, uma má relação entre o casal, medo de machucar o bebê (fato não possível), podem propiciar um distanciamento gerando falta ou precariedade da vida sexual.

Na verdade, nada impede que a vida sexual continue como era anteriormente a esta fase. O que o casal precisa é se adaptar a este novo momento de suas vidas. Isto não quer dizer que a vida sexual do casal sempre piore na gravidez. Pode também melhorar quando a gravidez é desejável e o casal está preparado, gerando aproximação e entendimento entre eles.

Na verdade, os fatores que podem levar o casal a uma diminuição na qualidade sexual nesta fase são: a má informação e a má orientação.

É importante ressaltar que nos referimos a gestação normal, isto é, sem riscos para o feto e para a mãe. Neste caso a análise citada deve ser reavaliada.

 



Copyright© Clube do Bebê 2000/2005