Manual da Gestação

A Gravidez Mês a Mês
     O Primeiro Mês
     O Segundo Mês
     O Terceiro Mês
     O Quarto Mês
     O Quinto Mês
     O Sexto Mês
     O Sétimo Mês
     O Oitavo Mês
     O Nono Mês

Calendário Obstétrico

A Dieta na Gravidez

O Parto e a Recuperação

A Hora da Amamentação

O Aspecto Psicológico

Sexualidade na Gravidez

 


Sintomas, sinais e sensações
Importante: você pode apresentar todos ou somente alguns dos sintomas descritos. Além de alguns sintomas que continuam do mês passado.
Físicos: 
  Cansaço e sonolência;
  Vontade de urinar com frequência;
  Náusea, vômitos e salivação excessiva;
  Prisão de ventre;
  Âzia e dificuldade de digestão;
  Repulsa ou desejo por certos alimentos;
  Modificações no seio (inchaço, sensação de adormecimento, pesadêz, formigamento, escurecimento das aréolas, aparecimento de pequenas veias de cor azul sob a pele, devido ao aumento de irrigação sanguínea no seio);
 
Possíveis dores de cabeça, às vezes desmaios e tontura;
  As roupas começam a ficar ligeiramente estreitas na cintura e no seio, o abdomen pode parecer um pouco aumentado.
Emotivos:
  Instabilidade emocional, similar à TPM (sindrome pré-menstrual): como por exemplo, maior irritabilidade, mudanças repentinas de humor, vontade de chorar;
  Apreensão, medo, alegria, excitação.

Como seu Bebê Cresce dentro de Você
Começa a formação do corpo:
A partir da 5a. semana de gestação, o embrião apresenta um formato oval parecendo-se mais com um corpinho, e consegue-se perceber em uma extremidade a formação do cérebro e no resto a formação da estrutura corporal e dos membros. 

Um coração que bate:
É neste período que o coração de seu bebê começará a bater, e começam a aparecer os delineamentos dos olhos, das orelhas, da boca e das fosas nasais. Está se formando o saco amniótico (juntamente com o líquido amniótico) que tem a função de envolver o feto e protegê-lo por toda a duração da gravidez.
Orgãos que vão se formando: 

Começa a formação dos dedos, e também a definição da estrutura esquelética, inicailmente com a cartilagem e mais tarde com os ossos. Inicia-se a formação do aparato genital e dos orgãos do aparelho digestivo.
Qual é o aspecto do bebê:

No final deste período o feto tem aproximadamente 3 cm de comprimento e pesa cerca de 10 gramas, e ele agora tem um aspecto mais humano.

Algumas Possíveis Preocupações
Modificação das Veias: 
Muitas gestantes notarão que seu corpo apresenta um reticulado de veias azuis finíssimas, sem saber o que causa isso. Isso se deve ao seu sistema circulatório, que devido ao maior volume de sangue associado à gravidez que circula em seu corpo, forma este reticulado em seu corpo. O maior problema relacionado com seu sistema circulatório em uma gravidez diz respeito à formação de varizes e o melhor mesmo para evitar o aparecimento delas é a prevenção, principalmente porque se você ficar grávida outras vezes, as varizes tenderão a piorar. O que você pode fazer: evite aumentar muito de peso, evite ficar muito tempo em pé, e quando estiver sentada deixe as pernas apoiadas em alguma almofada ou "puff"; use meias elásticas durante todo o dia; faça caminhadas leves todos os dias. 
Problemas de Pele:
A maior parte das gestantes apresenta uma pele esplendorosa durante a gravidez, devido muitas vezes às alterações hormonais. Mas muitas vezes, são estas mesmas alterações que provocam em outras gestantes o aparecimento de "espinhas", principalmente em mulheres que habitualmente sofrem com isso nos períodos pré-menstruais. Para melhorar o problemas, tente seguir uma dieta equilibrada, que fará bem seja ao seu bebê seja à sua pele; beba muita água, que é um dos melhores hidratantes da pele; faça sempre uma boa limpeza na sua pele com produtos neutros e delicados; evite tomar sol ou se assim o fizer use sempre um protetor solar.
Perder a Forma Física:
Um dos
principais receios da mulher grávida é perder a forma física... principalmente para aquelas que sempre se preocuparam muito com seu aspecto. Depois do parto, muitas mulheres tem problemas para voltar à forma física de antes porque engordaram muito, não seguindo uma dieta balanceada e não fazendo nenhum tipo de atividade física, como por exemplo caminhar. Seguindo a correta orientação do seu médico e adotando hábitos alimentares saudáveis, você deverá aumentar somente o necessário durante a sua gravidez, e após o parto e a amamentação, você poderá assim voltar em alguns meses à forma física precedente.
Dor de Estômago e Indigestão:
Vários fatores contribuem para esses distúrbios do aparelho digestivo durante a gravidez, que afligem a maioria das gestantes por quase toda a duração da gravidez (algumas mais, outras menos). De qualquer forma pode-se tentar diminuir essas sensações desagradáveis seguindo alguns conselhos que provavelmente são indicados para muitos outros sintomas: controle para não aumentar muito de peso; não use roupas muito estreitas que apertem no abdomen já um pouco aumentado; coma lentamente mastigando pausadamente; elimine aqueles alimentos que você já reconhece que lhe causam indigestão; evite o fumo e o álcool; levante o espaldar de sua cama cerca de 10 a 15 cm para dormir com a cabeça mais alta; e caso nada dê certo, consulte seu médico e peça uma orientação mais específica.
Repulsa ou Desejo por Certos Alimentos:
Aqui podemos imaginar a clássica cena do marido acordado no meio da madrugada numa noite chuvosa de inverno para ir procurar ostras empanadas ao molho agridoce. Arghhh... Por sorte (dos maridos!!!) muito disso é folclorístico, e são poucas as gestantes que realmente passam por esse tipo exagerado de "vontade". Existem muitas teorias sobre o fundamento dos "desejos da mulher grávida", e alguns interpretam estes desejos como um aviso que o próprio organismo nos envia de que algum alimento (ou substância) se faz necessária ou o inverso. Na realidade, cabe um pouco de bom senso: se deseja ardentemente algum alimento que você sabe que faz bem a você ou ao bebê, não hesite em comê-lo. Por outro lado, se apesar de eterna viciada em um bom cafezinho, agora você não suporta nem o cheiro, tanto melhor!! Mas se sente total aversão por alimentos que deve comer pelo valor nutritivo que eles têem, tipo peixe ou verduras de folha verde, aí você deverá conversar com seu médico para orientá-la melhor na substituição por outros alimentos de igual valor. Há quem diga também que muito dos "desejos" das mulheres grávidas são na verdade uma forma de extravasar suas necessidades emotivas, por exemplo, tentando chamar um pouco de atenção e carinho a mais. Se a mulher gestante (e seu marido) conseguem perceber essa necessidade tão natural nesta fase, é muito mais fácil satisfazê-la com um pouco de aconchego romantico e tranquilo a dois, do que uma procura desesperada no meio da noite por alguma comida exôtica. 

 



Copyright© Clube do Bebê 2003/2004 - Web Design by Classe de '84 Produções para WEB